Mostrando postagens com marcador Ornitologia. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Ornitologia. Mostrar todas as postagens

Pássaros Coloridos | Ornitologia

Pássaros Coloridos | Ornitologia

Pássaros Coloridos | Ornitologia
Pássaros Coloridos | Ornitologia 
Pássaros Coloridos | Ornitologia
Pássaros Coloridos | Ornitologia
Pássaros Coloridos | Ornitologia
Pássaros Coloridos | Ornitologia

Ornitologia
  1. Abutres do Mundo
  2. Acrobata (Acrobatornis fonsecai)
  3. Alma-de-Gato (Piaya cayana)
  4. Anu-branco (Guira guira
  5. Anu | Características e Espécies de Anus 
  6. Anu Coroca (Crotophaga major)  
  7. Anu Preto (Crotophaga ani) 
  8. Arara Canindé | Ara ararauna
  9. Arara, Araranjuba, Maracanã, Papagaio, Periquito, Curica e Tiriba | Aves da Família Psittacidae
  10. Ararajuba | Guaruba guarouba 
  11. Araranjuba (Guaruba guarouba)
  12. Arara Azul de Lear (Anodorhynchus leari)
  13. Arara Azul Pequena (Anodorhynchus glaucus)
  14. Arara Canidé (Ara ararauna)
  15. Arara Piranga ou Arara Vermelha (Ara macao)
  16. Ararinha Azul (Cyanopsitta spixii)
  17. As mais Belas Aves do Mundo
  18. Ave Elefante (Aepyornis maximus)
  19. Aves | Ornitologia
  20. Aves | Ornitologia
  21. Aves | Ornitologia
  22. Aves do Paraíso Descobertas na Oceania
  23. Aves e Pássaros
  24. Barranqueiro-de-Coroa-Castanha (Automolus rufipileatus)
  25. Barranqueiro-Pardo (Automolus infuscatus)
  26. Belas Aves | Ornitologia
  27. Belas Fotos de Aves
  28. Bico-Virado-da-Caatinga (Megaxenops parnaguae)
  29. Bico-Virado-Miudo (Xenops minutus)
  30. Calau (Bucerotidae
  31. Casaca-de-Couro (Pseudoseisura cristata)
  32. Casaca-de-Couro-Amarelo (Furnarius leucopus
  33. Chincoã (Piaya cayana)
  34. Chincoã-Pequeno (Piaya minuta)
  35. Chopim (Molothrus bonariensis)
  36. Colibri Sílfide (Loddigesia mirabilis)
  37. Corrupião (Icterus jamacaii)
  38. Corujas (Ordem Strigiformes)
  39. Curica (Amazona amazonica)
  40. Curica-Urubu (Pionopsitta vulturina)
  41. Dieffenbach's Rail (Gallirallus dieffenbachii
  42. Espécie de Pássaro Foi Descoberto no Nepal (Sturnus sinensis)
  43. Espécies de Aves | Ornitologia
  44. Fotos das Aves Mais Belas do Mundo
  45. Fotos de Aves e Pássaros
  46. Frango-d'Água Azul (Porphyrula martinica)
  47. Frango-d'Água Comum (Gallinula chloropus)
  48. Galináceos (Galliformes) 
  49. Galinhas e Galos | Belas Aves Domésticas
  50. Garimpeiro (Leptasthenura setaria)
  51. Garrincha-Chorona (Schizoeaca moreirae)
  52. Graúna (Gnorimopsar chopi)
  53. Gaturamo-Verdadeiro (Euphonia violacea)
  54. Guaxe (Cacicus haemorrhous)
  55. Jacu-Estalo (Neomorphus geoffroyi)
  56. João-Chique-Chique (Gyalophylax hellmayri)
  57. João-de-Barro (Furnarius rufus)
  58. João-de-Pau (Phacellodomus rufifrons)
  59. João-do-Rio (Cranioleuca vulpina)
  60. João-Pedreiro (Cinclodes pabsti)
  61. João-Porca (Lochmias nematura)
  62. João-Teneném-Becuá (Synallaxis gujanensis)
  63. João-Teneném-Castanho (Synallaxis rutilans)
  64. Limpa-Folha-de-Asa-Castanha (Philydor erythrocercus)
  65. Limpa-Folha-Ocrácea (Philydor lichtensteini)
  66. Limpa-Folha-Vermelho (Philydor pyrrhodes)
  67. Maracanã de Cara Amarela (Orthopsittaca manilata)
  68. Maria Faceira (Syrigma sibilatrix)
  69. Moho-Apicalis ['O' O De Oahu (Moho apicalis)]
  70. Moho-Bishopi ['O' O De Molokai (Moho bishopi)]
  71. Moho-Braccatus ['O' O De Kauai (Moho braccatus)]
  72. Moho-Nobilis ['O' O Do Hawaii (Moho nobilis)]
  73. Ornitologia | As Aves Mais Belas do Mundo
  74. Painho-de-Guadalupe ou Petrel-de-Guadalupe (Oceanodroma macrodactyla)
  75. Papa-Lagarta (Coccyzus melacoryphus)
  76. Papagaio-Campeiro (Amazona ochrocephala)
  77. Papagaio-Charão (Amazona pretrei)
  78. Papagaio-Chauá (Amazona rhodocorytha)
  79. Papagaio-Cinzento-da-Maurícia (Lophopsittacus bensoni)
  80. Papagaio-de-Bico-Largo (Lophopsittacus mauritianus)
  81. Papagaio-de-Cara-Roxa (Amazona brasiliensis)
  82. Papagaio-de-Coleiro (Deroptyus accipitrinus)
  83. Papagaio-de-Peito-Roxo (Amazona vinacea)
  84. Papagaio-do-Mar-Atlântico (Fratercula arctica)
  85. Papagaio-Moleiro (Amazona farinosa)
  86. Papagaio-Verdadeiro (Amazona aestiva)
  87. Pássaro do Nepal (Prinia burnesii nepalensis)
  88. Pássaro Turuturu (Neocrex erythrops)
  89. Pássaro Vira-Folha-de-Bico-Curto (Sclerurus rufigularis)
  90. Pássaro Vira-Folha-de-Peito-Vermelho (Sclerurus mexicanus)
  91. Pássaro Vira-Folha-Pardo (Sclerurus caudacutus)
  92. Pássaros Coloridos
  93. Pássaros Coloridos | Ornitologia
  94. Pássaros e Aves da Amazônia
  95. Pássaros em Imagens Vintage
  96. Pássaros | Ornitologia
  97. Pavão | As Mais Belas Obras de Arte com Pavões
  98. Pedreiro-do-Espinhaço (Cinclodes espinhacensis)
  99. Pelicano-Branco-Americano (Pelecanus erythrorhynchos)
  100. Pelicano-Pardo (Pelecanus occidentalis)
  101. Pequeno Alcaravão da Nova Zelândia (Ixobrychus novaezelandiae) 
  102. Periquito-das-Seychelles (Psittacula wardi)
  103. Periquito-do-Paraíso (Psephotus pulcherrimus)
  104. Periquito-Estrela (Brotogeris versicolurus)
  105. Periquito-Rei (Aratinga aurea)
  106. Pombo de Nicobar (Caloenas nicobarica)
  107. Saci (Tapera naevia)
  108. Saracura (Aramides cajanea)
  109. Saracura-Sanã (Porzana albicollis
  110. Saracura Três-Potes (Aramides cajanea)
  111. Siricora-Mirim (Laterallus viridis)
  112. Tiriba-Pintada (Pyrrhura picta)
  113. Top 10 Pássaros Mais Bonitos do Mundo
  114. Trepador-Coleira (Anabazenops fuscus)
  115. Urubu | Espécies de Urubus do Brasil
  116. Urutau (Nyctibius griseus)

Belas Aves | Ornitologia

Belas Aves | Ornitologia

Belas Aves | Ornitologia
Belas Aves | Ornitologia
Belas Aves | Ornitologia
Belas Aves | Ornitologia
Belas Aves | Ornitologia

Ornitologia

  1. Abutres do Mundo
  2. Acrobata (Acrobatornis fonsecai)
  3. Alma-de-Gato (Piaya cayana)
  4. Anu-branco (Guira guira
  5. Anu | Características e Espécies de Anus 
  6. Anu Coroca (Crotophaga major)  
  7. Anu Preto (Crotophaga ani) 
  8. Arara Canindé | Ara ararauna
  9. Arara, Araranjuba, Maracanã, Papagaio, Periquito, Curica e Tiriba | Aves da Família Psittacidae
  10. Ararajuba | Guaruba guarouba 
  11. Araranjuba (Guaruba guarouba)
  12. Arara Azul de Lear (Anodorhynchus leari)
  13. Arara Azul Pequena (Anodorhynchus glaucus)
  14. Arara Canidé (Ara ararauna)
  15. Arara Piranga ou Arara Vermelha (Ara macao)
  16. Ararinha Azul (Cyanopsitta spixii)
  17. As mais Belas Aves do Mundo
  18. Ave Elefante (Aepyornis maximus)
  19. Aves | Ornitologia
  20. Aves | Ornitologia
  21. Aves | Ornitologia
  22. Aves do Paraíso Descobertas na Oceania
  23. Aves e Pássaros
  24. Barranqueiro-de-Coroa-Castanha (Automolus rufipileatus)
  25. Barranqueiro-Pardo (Automolus infuscatus)
  26. Belas Aves | Ornitologia
  27. Belas Fotos de Aves
  28. Bico-Virado-da-Caatinga (Megaxenops parnaguae)
  29. Bico-Virado-Miudo (Xenops minutus)
  30. Calau (Bucerotidae
  31. Casaca-de-Couro (Pseudoseisura cristata)
  32. Casaca-de-Couro-Amarelo (Furnarius leucopus
  33. Chincoã (Piaya cayana)
  34. Chincoã-Pequeno (Piaya minuta)
  35. Chopim (Molothrus bonariensis)
  36. Colibri Sílfide (Loddigesia mirabilis)
  37. Corrupião (Icterus jamacaii)
  38. Corujas (Ordem Strigiformes)
  39. Curica (Amazona amazonica)
  40. Curica-Urubu (Pionopsitta vulturina)
  41. Dieffenbach's Rail (Gallirallus dieffenbachii
  42. Espécie de Pássaro Foi Descoberto no Nepal (Sturnus sinensis)
  43. Espécies de Aves | Ornitologia
  44. Fotos das Aves Mais Belas do Mundo
  45. Fotos de Aves e Pássaros
  46. Frango-d'Água Azul (Porphyrula martinica)
  47. Frango-d'Água Comum (Gallinula chloropus)
  48. Galináceos (Galliformes) 
  49. Galinhas e Galos | Belas Aves Domésticas
  50. Garimpeiro (Leptasthenura setaria)
  51. Garrincha-Chorona (Schizoeaca moreirae)
  52. Graúna (Gnorimopsar chopi)
  53. Gaturamo-Verdadeiro (Euphonia violacea)
  54. Guaxe (Cacicus haemorrhous)
  55. Jacu-Estalo (Neomorphus geoffroyi)
  56. João-Chique-Chique (Gyalophylax hellmayri)
  57. João-de-Barro (Furnarius rufus)
  58. João-de-Pau (Phacellodomus rufifrons)
  59. João-do-Rio (Cranioleuca vulpina)
  60. João-Pedreiro (Cinclodes pabsti)
  61. João-Porca (Lochmias nematura)
  62. João-Teneném-Becuá (Synallaxis gujanensis)
  63. João-Teneném-Castanho (Synallaxis rutilans)
  64. Limpa-Folha-de-Asa-Castanha (Philydor erythrocercus)
  65. Limpa-Folha-Ocrácea (Philydor lichtensteini)
  66. Limpa-Folha-Vermelho (Philydor pyrrhodes)
  67. Maracanã de Cara Amarela (Orthopsittaca manilata)
  68. Maria Faceira (Syrigma sibilatrix)
  69. Moho-Apicalis ['O' O De Oahu (Moho apicalis)]
  70. Moho-Bishopi ['O' O De Molokai (Moho bishopi)]
  71. Moho-Braccatus ['O' O De Kauai (Moho braccatus)]
  72. Moho-Nobilis ['O' O Do Hawaii (Moho nobilis)]
  73. Ornitologia | As Aves Mais Belas do Mundo
  74. Painho-de-Guadalupe ou Petrel-de-Guadalupe (Oceanodroma macrodactyla)
  75. Papa-Lagarta (Coccyzus melacoryphus)
  76. Papagaio-Campeiro (Amazona ochrocephala)
  77. Papagaio-Charão (Amazona pretrei)
  78. Papagaio-Chauá (Amazona rhodocorytha)
  79. Papagaio-Cinzento-da-Maurícia (Lophopsittacus bensoni)
  80. Papagaio-de-Bico-Largo (Lophopsittacus mauritianus)
  81. Papagaio-de-Cara-Roxa (Amazona brasiliensis)
  82. Papagaio-de-Coleiro (Deroptyus accipitrinus)
  83. Papagaio-de-Peito-Roxo (Amazona vinacea)
  84. Papagaio-do-Mar-Atlântico (Fratercula arctica)
  85. Papagaio-Moleiro (Amazona farinosa)
  86. Papagaio-Verdadeiro (Amazona aestiva)
  87. Pássaro do Nepal (Prinia burnesii nepalensis)
  88. Pássaro Turuturu (Neocrex erythrops)
  89. Pássaro Vira-Folha-de-Bico-Curto (Sclerurus rufigularis)
  90. Pássaro Vira-Folha-de-Peito-Vermelho (Sclerurus mexicanus)
  91. Pássaro Vira-Folha-Pardo (Sclerurus caudacutus)
  92. Pássaros Coloridos
  93. Pássaros e Aves da Amazônia
  94. Pássaros em Imagens Vintage
  95. Pássaros | Ornitologia
  96. Pavão | As Mais Belas Obras de Arte com Pavões
  97. Pedreiro-do-Espinhaço (Cinclodes espinhacensis)
  98. Pelicano-Branco-Americano (Pelecanus erythrorhynchos)
  99. Pelicano-Pardo (Pelecanus occidentalis)
  100. Pequeno Alcaravão da Nova Zelândia (Ixobrychus novaezelandiae) 
  101. Periquito-das-Seychelles (Psittacula wardi)
  102. Periquito-do-Paraíso (Psephotus pulcherrimus)
  103. Periquito-Estrela (Brotogeris versicolurus)
  104. Periquito-Rei (Aratinga aurea)
  105. Pombo de Nicobar (Caloenas nicobarica)
  106. Saci (Tapera naevia)
  107. Saracura (Aramides cajanea)
  108. Saracura-Sanã (Porzana albicollis
  109. Saracura Três-Potes (Aramides cajanea)
  110. Siricora-Mirim (Laterallus viridis)
  111. Tiriba-Pintada (Pyrrhura picta)
  112. Top 10 Pássaros Mais Bonitos do Mundo
  113. Trepador-Coleira (Anabazenops fuscus)
  114. Urubu | Espécies de Urubus do Brasil
  115. Urutau (Nyctibius griseus)
www.megatimes.com.br
www.klimanaturali.org

Dieffenbach's Rail (Gallirallus dieffenbachii)

Dieffenbach's Rail (Gallirallus dieffenbachii)

Dieffenbach's Rail (Gallirallus dieffenbachii)Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Gruiformes
Família: Rallidae
Gênero: Gallirallus
Espécie: G. dieffenbachii
Nome binomial: Gallirallus dieffenbachii
(Gray, 1843)

O Dieffenbach's Rail (Gallirallus dieffenbachii) é uma espécie extinta de ave que não voa da família Rallidae. Era endêmica nas Ilhas Chatham e referida como meriki, ou mehoriki, pelos indígenas Moriori. O único espécime vivo registrado do trilho de Dieffenbach foi capturado em 1840 por Ernst Dieffenbach, que é comemorado no nome científico e comum da espécie. Foi extinto devido à caça e introduziu predadores, talvez logo após 1840.

O trilho do Dieffenbach era compatível com o trilho Chatham, que não voa. Sua simpatia sugere evolução paralela após colonização separada das Ilhas Chatham por um ancestral comum, presumivelmente o trilho de bandas Buff (Gallirallus philippensis).

Gallirallus dieffenbachii foi uma espécie de ave da família Rallidae. Foi endêmica da Nova Zelândia. Foi extinto devido à perda de habitat.

Dieffenbach's Rail (Gallirallus dieffenbachii)

Dieffenbach's Rail (Gallirallus dieffenbachii) foi uma espécie de ave da família Rallidae. Foi endêmica da Nova Zelândia. Foi extinto devido à perda de habitat.

Esta espécie de ave foi extinta por volta de 1870.

Dieffenbach's Rail (Gallirallus dieffenbachii)Habitava as ilhas Chatham, Pitt e a Nova Zelândia.

Esta ave já era escassa quando foi registrada pela primeira vez em 1840. Nada se sabe sobre seus hábitos, mas supõe-se que tenha habitado florestas e encostas.

Sua extinção foi resultado, provavelmente, da introdução de predadores para os quais não estavam adaptadas (ratos, cães e gatos), além de perda de seu habitat natural.

www.klimanaturali.org

Pássaro Turuturu (Neocrex erythrops)

Pássaro Turuturu (Neocrex erythrops)

Turuturu (Neocrex erythrops)Família: Rallidae
Espécie: Neocrex erythrops
Comprimento: 19 cm.

O Pássaro Turuturu (Neocrex erythrops) está presente localmente nos estados do Pará, Pernambuco, Bahia, Espírito Santo, Minas Gerais, São Paulo e Mato Grosso. Encontrado também na Venezuela, Suriname, Guiana, Colômbia, Bolívia, Peru, Argentina e Paraguai. Habita alagados com gramíneas, campos úmidos, campos com arbustos e bordas de florestas. Pode ser descrito principalmente como uma espécie de capinzais e emaranhados. É difícil de observar, pois vive no chão e raramente sai dos esconderijos. Faz ninho de gramíneas em amontoados de vegetação, pondo até 7 ovos de cor creme, manchados de marrom-avermelhado. Conhecido também como sanã-de-bico-vermelho.

Pássaro Turuturu (Neocrex erythrops)
Pássaro Turuturu (Neocrex erythrops)

www.klimanaturali.org
www.megatimes.com.br

Siricora-Mirim (Laterallus viridis)

Siricora-Mirim (Laterallus viridis)

Siricora-Mirim (Laterallus viridis)Família: Rallidae
Espécie: Laterallus viridis
Comprimento: 18 cm.

A Siricora-Mirim (Laterallus viridis) está presente na maior parte do Brasil, estendendo-se desde a Amazônia, em direção sul, até o Mato Grosso, Rio de Janeiro e São Paulo. Encontrada também nas Guianas, Venezuela, Colômbia, Equador e Peru. Habita o chão em campos com gramíneas, pastagens abandonadas com arbustos, capoeiras ralas e secas, geralmente longe da água. É difícil de observar pois anda sob denso capinzal, cipós, galhos baixos e raramente voa, ainda que assustada. Faz ninho esférico de gramíneas com entrada lateral. Põe de 1 a 3 ovos. Canta principalmente de manhã e à tarde.

Siricora-Mirim (Laterallus viridis)
Siricora-Mirim (Laterallus viridis)
Siricora-Mirim (Laterallus viridis)

www.klimanaturali.org
www.megatimes.com.br

Frango-d'Água Azul (Porphyrula martinica)

Frango-d'Água Azul (Porphyrula martinica)

Frango-d'Água Azul (Porphyrula martinica) Família: Rallidae
Espécie: Porphyrula martinica
Comprimento: 33 cm.

O Frango-d'Água Azul (Porphyrula martinica) está presente em todo o Brasil e também do sudeste dos Estados Unidos e México até o norte da Argentina. Comum em pântanos, lagos com margens pantanosas e campos de arroz inundados. Costuma andar sobre a vegetação flutuante ou pantanosa. Nada pouco e normalmente evita a água mais aberta. É migratório, praticamente desaparecendo do sul do País durante o inverno. Voa bem, com as pernas esticadas para trás, às vezes aparecendo em navios em alto mar para descansar, a mais de cem quilômetros da costa. Pousa com freqüência em arbustos, galhos ou mesmo postes de cerca, próximos à água. Faz ninho espaçoso em terrenos pantanosos, construído com ramos de gramíneas ou de pés de arroz, pouco acima da água. Põe de 4 a 8 ovos de cor creme, pontilhados de marrom e roxo claro. Em algumas regiões, como no Maranhão, são muito caçados a partir de março, quando trocam todas as penas das asas ao mesmo tempo e ficam impossibilitados de voar. Os ovos também são alvo de predação pelo homem, fatores que podem contribuir para o declínio da espécie nestas regiões. Conhecido também como jaçanã (Maranhão) e tauá-tauá-azul (Amapá).

Frango-d'Água Azul (Porphyrula martinica)
Frango-d'Água Azul (Porphyrula martinica)
Frango-d'Água Azul (Porphyrula martinica)

www.klimanaturali.org
www.megatimes.com.br

Frango-d'Água Comum (Gallinula chloropus)

Frango-d'Água Comum (Gallinula chloropus)

Frango-d'Água Comum (Gallinula chloropus)FamíliaRallidae
EspécieGallinula chloropus
Comprimento: 35 cm.

Características: muito comum locomovendo-se sobre a vegetação aquática ou nadando com o bico meio abaixado. Atinge até 37 cm de comprimento. Possui bico e pés bem coloridos, além de um escudo vermelho na fronte, sobre o bico. Plumagem marrom-escura O macho é geralmente maior que a fêmea.

Habitat: lagoas e brejos.

Ocorrência: continente americano.

Hábitos: hábil nadador. Seu canto pode ser ouvido ao cair da tarde. Vive sozinho ou em pequenos bandos na beira dos banhados ricos em vegetação. Pode locomover-se de várias maneiras. Geralmente nada entre os juncos, comendo os insetos que encontra. Mas é também capaz de caminhar sobre folhas flutuantes. Ao menor sinal de perigo, ele corre pela superfície da água até atingir velocidade suficiente para levantar voo. Seu voo é lento e ele nunca se afasta muito da água. Mas sua segurança está mesmo no mergulho. Ele desaparece rapidamente das vistas do inimigo, nadando vigorosamente com as asas. Sobe à superfície para respirar e torna a mergulhar, imediatamente.

Frango-d'Água Comum (Gallinula chloropus)Alimentação: vegetais, insetos, larvas, moluscos e peixes.

Reprodução: postura de 6 a 12 ovos com incubação durando em torno de 21 dias. Em fevereiro, o macho começa a construir grandes ninhos de raízes secas. Na primavera, a fêmea escolhe um deles e o território passa a ser guardado pelo macho. Depois de dois meses, os filhotes já são capazes de nadar e voar, e os pais dão início a uma nova ninhada. Em setembro, a família se desfaz.

Ameaças: poluição e destruição do habitat.

Presente em todo o Brasil e em quase todo o planeta, com exceção da Austrália e Nova Zelândia. No continente americano reproduz-se localmente desde o norte do Canadá até o norte do Chile e Argentina, e nas ilhas do Caribe. Os bandos que habitam as regiões mais frias do norte do continente americano migram para o sul durante o inverno daquela região. É comum em lagos com vegetação aquática e margens pantanosas. Normalmente é visto nadando próximo às margens, quando balança a cabeça para frente e para trás. Esconde-se na vegetação pantanosa, se assustado. Faz ninho aberto de taboas, à beira d'água. Seus ovos são esbranquiçados ou acinzentados, com pintas marrom-escuras. Conhecido também como jaçanã-galo (Nordeste), peituda (Rio de Janeiro) e galinha-d'água.

www.klimanaturali.org
www.megatimes.com.br

Saracura-Sanã (Porzana albicollis)

Saracura-Sanã (Porzana albicollis)

Saracura-Sanã (Porzana albicollis)Família: Rallidae
Espécie: Porzana albicollis
Comprimento: 27 cm.


A Saracura-Sanã (Porzana albicollis) está presente do Pará ao Rio Grande do Sul. Encontrada também nas Guianas, Venezuela, Peru, Colômbia, Bolívia, Paraguai e Argentina. Comum em alagados, pântanos, lagos com gramíneas e campos de arroz. Faz ninho de gramíneas trançadas no chão. Põe 2 ou 3 ovos, cuja cor varia entre o creme-rosado e o branco, delicadamente pontilhados de marrom e lilás na extremidade mais larga. Conhecida também como franguinho-d'água (Rio Grande do Sul) e sanã-carijó.

Saracura-Sanã (Porzana albicollis)
Saracura-Sanã (Porzana albicollis)
Saracura-Sanã (Porzana albicollis)
Saracura-Sanã (Porzana albicollis)

www.klimanaturali.org
www.megatimes.com.br

Saracura Três-Potes (Aramides cajanea)

Saracura Três-Potes (Aramides cajanea)

Saracura Três-Potes (Aramides cajanea)Família: Rallidae
Espécie: Aramides cajanea
Comprimento: 39 cm.


A Saracura Três-Potes (Aramides cajanea) está presente em todo o Brasil. Encontrada também do México à Argentina e Uruguai. Ave difícil de ser observada, mas seu canto pode ser ouvido com frequência. Comum em pântanos com vegetação alta, manguezais, margens de rios, lagos e igarapés, florestas altas e úmidas, às vezes longe da água. Vive normalmente solitária ou, com menor freqüência, aos pares ou formando pequenos grupos. É parcialmente noturna. Gosta de alimentar-se de caranguejos. Passa a maior parte do tempo no chão, sendo eventualmente encontrada em arbustos. Faz ninho de gravetos, em forma de tigela funda, a uma altura variável entre 1 e 7 m, em emaranhados de cipós ou arbustos. Põe de 3 a 7 ovos de cor creme, pintados e manchados de marrom. O nome popular três-potes é onomatopéico, imitando o som natural do canto da espécie. Conhecida também como saracura-grande, saracura-do-brejo, sericóia (Espírito Santo e Amazônia), chiricote e três-potes (Bahia).

Saracura Três-Potes (Aramides cajanea)

www.klimanaturali.org
www.megatimes.com.br

Saracura (Aramides cajanea)


Saracura (Aramides cajanea)

Saracura (Aramides cajanea)Família: Rallidae

Características: pernas e pés vermelhos com o tarso mais comprido do que o dedo médio. Tem dorso castanho-esverdeado, pescoço e cabeça cinzentos. Peito castanho-ferruginoso e o bico, amarelo-esverdeado. Mede 39 cm de comprimento.

Habitat: pântanos com vegetação alta, manguezais, margens de rios, lagos e igarapés, florestas altas e úmidas, às vezes longe da água.

Ocorrência: América Central ao Uruguai e norte da Argentina.

Hábitos: vive normalmente solitária, aos pares ou formando pequenos grupos. Pequena e desajeitada, a saracura passa o dia escondida em silêncio, mas nas horas do alvorecer e do fim da tarde, ouve-se seu canto que, segundo a crença popular, é prenúncio certo de chuva. Ave difícil de ser observada, mas seu canto pode ser ouvido com freqüência. É parcialmente noturna. Passa a maior parte do tempo no chão, sendo eventualmente encontrada em arbustos.

Alimentação: pequenos peixes, crustáceos, insetos e larvas.

Reprodução: constrói seu ninho no meio do junco, rodeado por água ou nas margens dos córregos, em meio a vegetação densa. Faz ninho de gravetos, em forma de tigela funda, a uma altura variável entre 1 e 7 m, em emaranhados de cipós ou arbustos. Põe de 3 a 7 ovos de cor creme, pintados e manchados de marrom.

Ameaças: destruição do habitat.

Saracura (Aramides cajanea)
Saracura (Aramides cajanea)
Saracura (Aramides cajanea)
Saracura (Aramides cajanea)

www.klimanaturali.org
www.megatimes.com.br

Pássaro Vira-Folha-Pardo (Sclerurus caudacutus)


Pássaro Vira-Folha-Pardo (Sclerurus caudacutus)

Vira-Folha-PardoFamília: Furnariidae
Espécie: Sclerurus caudacutus
Comprimento: 18,5 cm.


O Pássaro Vira-Folha-Pardo (Sclerurus caudacutus) está presente em duas regiões distintas: 1) em toda a Amazônia, em direção leste até o Maranhão; 2) localmente de Alagoas até o Espírito Santo. Encontrado também nos demais países amazônicos: Guianas, Venezuela, Colômbia, Equador, Peru e Bolívia. É incomum, habitando o chão, ou suas proximidades, em florestas úmidas de terra firme, principalmente próximo a troncos caídos. Obtém alimento revirando a folhagem do chão em busca de insetos e outros pequenos invertebrados.

Sclerurus caudacutus
Sclerurus caudacutus
Sclerurus caudacutus

www.megatimes.com.br
www.klimanaturali.org

Pássaro Vira-Folha-de-Bico-Curto (Sclerurus rufigularis)

Pássaro Vira-Folha-de-Bico-Curto (Sclerurus rufigularis)

Vira-Folha-de-Bico-CurtoFamília: Furnariidae
Espécie: Sclerurus rufigularis
Comprimento: 16 cm.

O Pássaro Vira-Folha-de-Bico-Curto (Sclerurus rufigularis) está presente em toda a Amazônia brasileira e nos demais países amazônicos: Guianas, Venezuela, Colômbia, Equador, Peru e Bolívia É muito semelhante à espécie anterior, inclusive no que se refere às estratégias para obtenção de alimento. É raro ou incomum, habitando o chão, ou suas proximidades, em florestas úmidas de terra firme.

Sclerurus rufigularis
Sclerurus rufigularis

www.megatimes.com.br
www.klimanaturali.org

Pássaro Vira-Folha-de-Peito-Vermelho (Sclerurus mexicanus)


Pássaro Vira-Folha-de-Peito-Vermelho (Sclerurus mexicanus)

Vira-Folha-de-Peito-VermelhoFamília: Furnariidae
Espécie: Sclerurus mexicanus
Comprimento: 16,5 cm.

O Pássaro Vira-Folha-de-Peito-Vermelho (Sclerurus mexicanus) está presente em três regiões distintas do Brasil : 1) ao sul do Rio Amazonas, da fronteira com o Peru até Rondônia; 2) tanto ao norte do Rio Amazonas (do Rio Negro ao Amapá) quanto ao sul (do baixo Rio Tapajós até o Maranhão); 3) ao longo da Mata Atlântica, de Alagoas a São Paulo. Encontrado também do México ao Panamá e, localmente, nas Guianas, Venezuela, Colômbia, Equador, Peru e Bolívia. É raro ou incomum, habitando o chão, ou próximo a este, em florestas úmidas de terra firme. Vive solitário, sendo tímido e de difícil observação. Busca suas presas sob as folhas caídas no chão. Quando assustado, voa uma pequena distância e empoleira-se a pouca altura.

Sclerurus mexicanus
Sclerurus mexicanus
Sclerurus mexicanus