Praia de Gulpiyuri | Menor Praia do Mundo

Praia de Gulpiyuri | Menor Praia do Mundo

Praia de Gulpiyuri | Menor Praia do Mundo

Com menos de 50 m, local é conhecido como 'menor praia do mundo. Praia de interior' recebe água por túneis no meio das rochas.

A a praia de Gulpiyuri é a menor praia do mundo e está próximo a cidade de Llanes, no Principado das Astúrias, na Espanha. a praia de Gulpiyuri chama a atenção por outra característica incomum: apesar de ter areia e água salgada com ondas, ela não fica à beira-mar.

Localizada a cerca de 100 metros distante da costa do Golfo de Biscaia, a praia fica no meio de um prado, cercada por plantações agrícolas, na região das Astúrias, norte da Espanha.

Graças a uma singularidade geológica, a água do mar chega até lá por túneis formados pela erosão entre as rochas.

Essa “praia de interior” tem menos de 50 metros de extensão e água cristalina de baixa profundidade. Quando a maré sobe, a pequena faixa de areia quase some.

O isolamento de Gukpiyuri contribuiu para que a prainha se mantivesse preservada. Não é possível chegar até lá de carro: apenas caminhando por uma estrada de terra ou pelo campo, a partir da praia mais próxima, a 500 metros dali.

Praia de Gulpiyuri | Menor Praia do Mundo
Praia de Gulpiyuri | Menor Praia do Mundo
Praia de Gulpiyuri | Menor Praia do Mundo
Praia de Gulpiyuri | Menor Praia do Mundo
Praia de Gulpiyuri | Menor Praia do Mundo
Praia de Gulpiyuri | Menor Praia do Mundo
Praia de Gulpiyuri | Menor Praia do Mundo
Praia de Gulpiyuri | Menor Praia do Mundo
Praia de Gulpiyuri | Menor Praia do Mundo
Praia de Gulpiyuri | Menor Praia do Mundo
Praia de Gulpiyuri | Menor Praia do Mundo
Praia de Gulpiyuri | Menor Praia do Mundo
Praia de Gulpiyuri | Menor Praia do Mundo
Praia de Gulpiyuri | Menor Praia do Mundo
Praia de Gulpiyuri | Menor Praia do Mundo
Praia de Gulpiyuri | Menor Praia do Mundo

O povoado mais próximo é Naves, na região de Llanes, cidade histórica muito frequentada por turistas.

#Aves de Rapina

Parque Estadual Corumbiara | Rondônia

Parque Estadual Corumbiara | Rondônia

Parque Estadual Corumbiara | Rondônia
Localização
O Parque Estadual Corumbiara fica à margem esquerda do Rio Guaporé, acompanhando a foz do Rio Corumbiara, no sudoeste do estado de Rondônia.

Superfície
384.055 hectares.

Bioma
Formações Pioneiras 64%
Floresta Ombrófila Densa 10%
Contato Savana - Floresta Ombrófila 7%
Contato Savana - Formações Pioneiras 19%


As unidades geomorfológicas de relevo são as planícies e pantanais do médio e alto Guaporé, pediplano centro ocidental brasileiro, com altimetria média de cerca de 100 metros, chegando a atingir 200 metros. Os solos mais importantes são a laterita hidromórfica, o glei pouco húmico e o latossolo amarelo.

Flora
O fato de 70% do parque serem compostos por áreas periodicamente inundáveis impõe uma série de determinantes à fauna e à flora que lá ocorrem.

Parque Estadual Corumbiara | Rondônia
Fauna
Não existe um levantamento exaustivo da fauna, mas durante a elaboração do plano de manejo foram constatadas 57 espécies de mamíferos, 173 de aves (entre mais de 500 prováveis) e 20 de répteis, incluindo 26 espécies consideradas raras, vulneráveis ou ameaçadas de extinção.

Parque Estadual Corumbiara | Rondônia
Rio Corumbiara
Nos dias 22 e 23 de Junho de 2018 aconteceu a 1ª Expedição as nascentes do Rio Corumbiara no Distrito do Verde Seringal, esse projeto tem como objetivo a recuperação e manutenção  das nascentes da bacia do Rio Corumbiara, uma vez que o mesmo é um berçário de proteção permanente e integra ao Parque Estadual Corumbiara.

Tal projeto está sendo criado pela Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente e o Grupo de Amigos do Meio Ambiente (GAMA) e será desenvolvido em parceria com o Conselho Consultivo do Parque Estadual Corumbiara sob a direção do gestor Dimas Lima.

Na oportunidade estiveram presentes o prefeito municipal Laércio Marchini, vice – prefeito Genadir Ribeiro, representante da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente e técnico ambiental Leandro Pereira da Silva, representante Câmara de Vereadores de Corumbiara, Conselho Consultivo do Parque Estadual Corumbiara, servidores do PEC Corumbiara/SEDAM, Grupo de Amigos do Meio Ambiente (GAMA) e moradores da região.

Rio Corumbiara
Rio Corumbiara
Rio Corumbiara
Rio Corumbiara
Rio Corumbiara
Rio Corumbiara
Rio Corumbiara
Rio Corumbiara
Rio Corumbiara

No dia 23 de Junho aconteceu a reunião com os moradores da região, na oportunidade o prefeito Laércio Marchini destacou a importância do projeto para o município e para os municípios vizinhos que integram ao Parque Estadual Corumbiara, uma vez que todos seriam beneficiados direta ou indiretamente com o projeto, e falou sobre a importância deste momento na recuperação das áreas de preservação permanente (APPs) das nascentes preservando a estabilidade geológica, o fluxo gênico de fauna e flora, protegendo o solo, mantendo e ampliando a beleza cênica de nossa paisagem, assegurar o bem-estar das populações humanas e principalmente garantir a sobrevivência das águas do Rio Corumbiara e de sua biodiversidade.

www.megatimes.com.br
www.geografiatotal.com.br

Parque Estadual de Guajará-Mirim | Rondônia

Parque Estadual de Guajará-Mirim | Rondônia

Parque Estadual de Guajará-Mirim | Rondônia
Superfície
216.568 hectares.

Bioma
Amazônia 100%
Savana 60%
Contato Savana - Floresta Ombrófila 12%

Situado na parte centro-oeste do estado de Rondônia, abrangendo afluentes da bacia do Rio Jaci-Paraná, o Parque Estadual de Guajará-Mirim foi criado com uma área original de 258.813 ha, mas perdeu 53.601 ha com a existência de títulos definitivos de propriedade da terra.

Embora haja uma estrada que cruza o parque na porção norte, e áreas já desmatadas junto ao igarapé Corrente, não há posseiros habitando seu interior. São duas as bases de apoio, uma às margens do rio Formoso, próximo à linha D, e outro no final da linha 20, e ambas têm servido a pesquisadores e equipes de fiscalização.

Parque Estadual de Guajará-Mirim

As unidades geomorfológicas de relevo mais significativas são o planalto residual do Guaporé e a depressão interplanáltica da Amazônia Meridional, one a altitude varia entre 100 e 500 metros, nos interlfúvios mais elevados do planalto. As classes de solo predominantes são o podzólico vermelho-amarelo, afloramentos rochosos, solos litólicos e areias quartzosas.

Parque Estadual de Guajará-Mirim | RondôniaFauna
O parque foi objeto de uma avaliação ecológica rápida, e de estudos posteriores sobre sua fauna de aves, répteis e anfíbios. Com relação aos últimos, a riqueza de espécies foi estimada entre 45 e 50 espécies, semelhante à de outras regiões amazônicas. Estima-se haver cerca de 500 espécies de aves, tendo inclusive sido encontradas espécies que costumam desaparecer rapidamente sob pressão de caça. Os levantamentos de mamíferos abrangeram somente as espécies maiores.

Parque Estadual de Guajará-Mirim | Rondônia
www.megatimes.com.br
www.geografiatotal.com.br