Tipos de Resíduos Sólidos

Tags


Tipos de Resíduos Sólidos

Tipos de Resíduos Sólidos


ABNT(2004): resíduos sólidos são resíduos nos estados sólidos e semi-sólidos, que resultam de atividades da comunidade, de origem: industrial, doméstica, de serviços de saúde, comercial, agrícola, de serviços e de varreção. Consideram-se também resíduos sólidos os lodos provenientes de sistemas de tratamento de água, aqueles gerados em equipamentos e instalações de controle de poluição, bem como determinados líquidos, cujas particularidades tornem inviável o seu lançamento na rede pública de esgotos ou corpo d’água, ou exijam para isso soluções técnicas e economicamente inviáveis em face à melhor tecnologia disponível.

• Consequências:
• Contaminação do solo, ar e água;
• Proliferação de vetores transmissores de doenças;
• Problemas nas redes de drenagem urbana;
• Enchentes e desmoronamentos;
• Degradação do ambiente e depreciação imobiliária;
• Indiretamente, doenças, absenteísmo e morte.

• O circuito dos resíduos sólidos apresenta características muito semelhantes, da geração à disposição final:
Coleta
Transporte
Descarga
• Ausência de definições políticas e diretrizes para a área de resíduos nos três níveis de governo (federal, estadual e municipal)
• Aspectos legais
Classificação

• Resíduo domiciliar e comercial: proveniente de residências e estabelecimentos comerciais. Diversificado contendo restos de alimentos, produtos deteriorados, embalagens em geral, jornais, revistas, papel higiênico, fraldas descartáveis, pilhas, etc.
• Resíduo público: restos de poda de plantas, varrição de áreas públicas, limpeza de praias e galerias pluviais.
• Resíduo industrial: resultante de processos industriais, varia de acordo com o tipo de indústria.
• Resíduo de Serviços de Saúde: resíduos provenientes de hospitais, clínicas médicas, odontológicas, veterinárias, laboratórios e farmácias.
• Resíduo agrícola: resultante das atividades de agricultura e pecuária (embalagens de agrotóxicos, adubos, restos de colheitas, dejetos da criação animal.
• Resíduo da Construção Civil (Entulho): restos de reforma e demolição.
De modo geral os resíduos sólidos são constituídos de substâncias:

• Facilmente degradáveis (FD): restos de comida, sobras de cozinha, folhas, capim, casca de frutas, animais mortos e excrementos;
• Moderadamente degradáveis (MD): papelão, papel, e outros produtos celulósicos;
• Dificilmente degradáveis (DD): trapo, couro, pano, madeira, borracha, cabelo, pena de aves, osso, plástico;
• Não degradáveis (ND): metal não ferroso, vidro, pedras, cinzas, terra, areia, cerâmica.

Caracterização dos Resíduos Sólidos
(para triagem na estação)

• Física: natureza do material (plástico, matéria orgânica, etc).
• Química: se há necessidade de incineração.
• Biológica: possibilidade de contaminação.

Coleta e Transporte de Resíduos Sólidos

• Nos municípios brasileiros, a prática da coleta regular unificada é utilizada para os resíduos domiciliares e comerciais.
• Sob o ponto de vista sanitário a eficiência da coleta reduz os perigos decorrentes do mau acondicionamento na fonte.
• O sistema de coleta deve ser bem organizado produzindo o maior rendimento possível e servir, pela pontualidade, estímulo e exemplo para que a comunidade colabore.

www.megatimes.com.br