BACILLUS CEREUS - TIPOS DE DOENÇAS GERADAS PELO BACILLUS CEREUS

Tags


Bacillus Cereus

O Bacillus cereus é uma bactéria gram-positiva, é aeróbia facultativa, pertence ao filo Firmicutes e é responsável pela maior parte das doenças de histórico alimentar. Sob a forma de esporo, este organismo está presente no solo e por isso quase sempre é o agente patológico responsável pela infestação (contaminação) de toda uma plantação. Uma vez colhidos da plantação, os alimentos vem contaminados e se não houver uma preparação adequada, contaminarão tudo à volta (o que normalmente ocorre).

Quem consumir esses alimentos contaminados poderá apresentar quase que de imediato vômito frequente, e quem só apresentar sintomas a partir de 6 horas (em média) após a ingestão, normalmente terá mais diarréias que vômitos.

A manipulação dos alimentos não deve ser descuidada, pois esta bactéria forma esporos que produzem duas toxinas preocupantes: uma delas é termo-lábil (que provoca diarréias) e a outra é termo-estável (que provoca vômitos). Por isso alguns procedimentos são necessários: lavar bem os alimentos (os grãos, principalmente, já que o contato com o solo é direto), lavar bem as mãos (se possível use luvas estéreis culinárias), após cozer os alimentos sirva-os em seguida e guarde as sobras não aproveitadas imediatamente (os esporos se reproduzem bem em temperatura ambiente). Uma sucessão de equívocos de manipulação durante todo o trajeto do alimento, desde a colheita até a mesa do consumidor, causa sérios transtornos à quem os consome, variando de sintomas leves à casos mais graves que necessitem do auxílio de hidratação por soros.

Os tipos de doenças geradas pelo Bacillus cereus
São divididos em dois tipos as doenças causadas por este bacilo. Existe a forma diarréica, causada por uma proteína de grande peso molecular e a forma na qual o vômito é abundante, causada por uma proteína de baixo peso molecular.

Estas intoxicações não são consideradas graves, porém outras complicações advindas delas podem ser bastante graves como infecções sistêmicas, abcessos pulmonares, endocardite e morte na infância.
O tratamento das intoxicações
O tratamento para as infecções se dá através de reposição hidro-eletrolítica em casos mais graves.

Os alimentos
Alguns alimentos são mais susceptíveis a presença deste bacilo. Tais como carnes, leite, peixes e vegetais. Já os surtos relativos a vômito têm como principal elemento susceptível alimentos a base de arroz, mas massas, batatas e queijos também representam perigo.

Medidas de controle e segurança biológica
Quando ocorrem dois ou mais casos é necessário procurar as autoridades de vigilância epidemiológica municipal e notifica-las devidamente. Dessa forma poderá ser investigada a causa do surto e também tomadas medidas para evitar o mesmo se espalhe indefinidamente.

Alguns cuidados domésticos podem evitar a disseminação de microorganismos na comida, por exemplo, devem-se refrigerar as sobras de comida e aquece-la como um todo no momento do novo consumo.

Bibliografia:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Bacillus_cereus
http://www.cve.saude.sp.gov.br/htm/hidrica/BACILLUS_CEREUS.htm
http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1415-52732004000200012&script=sci_arttext