BACTEREMIA - SINTOMAS, DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO DA BACTEREMIA

Bacteremia

Conhecida também como intoxicação do sangue é basicamente a presença de bactérias no sangue. A Bacteremia é a principal forma pela qual as bactérias se difundem no corpo humano causando doenças como meningite, endocardite entre outras. Normalmente o sistema defensivo do corpo gera grande quantidade de anticorpos quando detecta as bactérias. Essa resposta dada pelo sistema defensivo é conhecida como sépsis e pode dar origem a febre, resfriados, entre outros. Quando essa resposta gera distúrbios mais sérios então caracteriza-se síndrome sética ou choque séptico, e pode resultar em síndrome de disfunção múltipla de órgãos.

A presença em alto ou baixo grau de bactérias na corrente sanguínea é denominada bacteremia. Se a quantidade de bactérias na corrente não for significativa, é bem provável que o próprio organismo se encarregue de retirá-las da circulação. Porém, se o número for alto, os anticorpos não darão conta e será necessária uma intervenção farmacológica (através de medicamentos específicos – os antibióticos). Contudo, dependo da velocidade da evolução do quadro do paciente, esta bacteremia deixa de ser “preocupante” e passa a ser letal, culminando num choque séptico. Neste caso o que ocorre é a infecção sanguínea (a sepsis) e pode levar o paciente à morte.

A Bacteremia é a presença de bactérias no sangue, logo a sépsis é uma infecção na corrente sanguínea. Pessoas que fazem uso de drogas injetáveis são mais susceptíveis a sépsis, pois estão com sistema auto-imune comprometido.

Os sintomas
A sépsis origina os seguintes sintomas: tremores, calafrios, febre, fraqueza, náusea, vômito e diarréia. As infecções podem estar localizadas no saco que envolve o coração (pericardite), revestimento do cérebro (meningite), no revestimento interno do coração (endocardite), nos ossos (osteomielite) e nas grandes articulações. Em quase todo o corpo ocorre um abcesso ou seja acumulo de pus.

O diagnóstico
Quando o individuo tem uma infecção em alguma parte do corpo e passa a apresentar uma febre elevada já é caracterizada a sépsis.

O número de leucócitos no sangue aumenta bastante. É possível identificar o microorganismo que Justificarcausou a infecção através de culturas de sangue, as chamadas hemoculturas.

O tratamento
Quando a infecção é causada por cateter, através de cirurgia ou trato urinário, não há a necessidade de tratamentos basta remover o cateter. Devido a sua gravidade e a possibilidade de morte o médico deve logo começar um tratamento com antibióticos no paciente que apresenta sépsis.

Comumente o tratamento dá-se através de dois tipos de antibióticos, após a realização da cultura de sangue e identificação da bactéria causadora da infecção o médico pode optar por qual dos dois medicamentos é o mais eficaz.

Gostou? Compartilhe:
posts e comentários.