Mandacaru (Cereus jamacaru)


Mandacaru (Cereus jamacaru)

Mandacaru (Cereus jamacaru)Outros nomes: jamacaru.

Características: cactácea que ocorre naturalmente na caatinga dos estados do Piauí, Ceara, Rio Grande do Norte, Paraiba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Bahia e norte de Minas Gerais. É extremamente rústico, resistindo a longos períodos de seca. Seus ramos são irregulares, dispostos em ângulo agudo com o eixo principal levemente curvados, dando à planta um aspecto de um candelabro. Seu fruto, com cerca de 12 cm de comprimento, é vermelho, carnoso, com polpa branca, brilhante e comestível, embora insípido. A planta perde pouca água para a atmosfera devido à forma do seu caule (grosso e elipsóide) desprovido de folhas, o que reduz a superfície de evaporação do vegetal e por causa da presença de uma espessa cutícula que reveste os ramos, possui, no seu interior, tecidos mucilaginosos que podem absorver e armazenar grande quantidade de água. As raízes também têm relevante importância no aproveitamento da água do ambiente, já que absorvem com facilidade todo o recurso hídrico a sua volta. Por isso, na estiagem, quando todas as plantas secam e perdem as folhas, o mandacaru mantém-se verde, contrastando com a paisagem. Possui grandes espinhos que constituem sua defesa contra animais quando se esgotam os alimentos na caatinga.

Propagação: sementes.

Função: é utilizada na ornamentação de avenidas, ruas, parques e jardins e ainda servem para compor cercas vivas e vasos.

Floração: outubro.

Mandacaru
Mandacaru
Mandacaru
Mandacaru
Mandacaru
Mandacaru
Mandacaru
Mandacaru
Mandacaru
Mandacaru
Mandacaru

www.megatimes.com.br
www.klimanaturali.org
www.geografiatotal.com.br