Mandacaru (Cereus peruvianus)

Mandacaru (Cereus peruvianus)

Mandacaru (Cereus peruvianus)O Mandacaru (Cereus peruvianus), planta arborescente da família das cactáceas, ocorre em duas espécies: Cereus peruvianus e C. jamacaru. A primeira é nativa do Peru e do Brasil. A segunda, encontrada apenas no Brasil, é típica da caatinga nordestina. Ambas as espécies, que atingem cerca de cinco metros de altura, recebem outros nomes, como jamacaru, cardeiro, cardeiro-rajado e mandacaru-de-boi.

Ramificado desde rente a base do caule, o mandacaru lembra um imenso candelabro. Nasce quase sempre isolado, com vegetação de menor porte ao redor, o que acentua a impressão de solidez.

Em C. peruvianus, as flores afuniladas medem até vinte centímetros de comprimento, são brancas por dentro e castanho-avermelhadas por fora. Em C. jamacaru, o comprimento das flores, brancas e estriadas de verde, reduz-se a 12,5cm. Os frutos dos dois mandacarus são comestíveis, têm formato elipsoide e podem alcançar vinte centímetros de comprimento por 12 de diâmetro. Em épocas de escassez, os frutos são comidos crus, depois de extraída a casca. Do próprio caule, cortado em pedaços, se faz um apreciado doce. O caule também fornece fécula.