Parque Nacional do Itatiaia | RJ/MG


Parque Nacional do Itatiaia | RJ/MG

Parque Nacional do Itatiaia | RJ/MG
Localização
  • Situa-se geograficamente entre os paralelos 22º19’ e 22º45’ latitude sul e os meridianos 44º15’ e 44º50’ de longitude oeste.
  • O parque está localizado no Maciço do Itatiaia, na Serra da Mantiqueira na divisa entre os estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais.
  • No parque localiza-se a estrada mais alta do Brasil, pois atinge 2.450 m de altitude.
Superfície
O Parque Nacional do Itatiaia é o mais antigo parque nacional do Brasil, fundado em 14 de junho de 1937, pelo então presidente Getúlio Vargas através do Decreto Federal nº 1713, com uma área atual de 30.000 hectares (300 km2).

Parque Nacional do Itatiaia

O parque possui montanhas com quase 3.000 metros de altitude e mantém uma fauna e flora bastante diversificada devido à altitude e ao clima variado. O nome Itatiaia é de origem tupi e significa "penhasco cheio de pontas".

Parque Nacional do ItatiaiaPanorâmica do Planalto

O parque divide-se em dois ambientes distintos:
  • Sede do Parque (Parte baixa).
  • Planalto (Parte alta).
Parque Nacional do Itatiaia
Parque Nacional do ItatiaiaA Piscina Natural da Maromba está a 1.100 metros de altitude.

Geologia

As formações rochosas são consideradas raras, pouco encontradas no resto do país, parecido com granito, porém tratando-se de nefelino sienito. Encontram-se também rochas alcalinas e de origem eruptiva.

Hidrografia
Nascem no parque vários rios integrantes das bacias hidrográficas do Rio Paraíba do Sul e do Rio Grande. A rede hidrográfica é formada por rios de águas cristalinas, que formam piscinas naturais e cachoeiras de tirar o fôlego.

Seus principais rios são: Campo Belo, Maromba, Flores, Marimbondo, Preto e Aiuroca. No planalto (Parte alta) existem vários lagos, como por exemplo a lagoa Bonita ou a lagoa Dourada, entre outros menores, que podem ter a superfície congelada durante invernos rigorosos.

Clima
Durante o inverno brasileiro, nos meses de julho e agosto, a temperatura diminui em demasia e a pluviosidade também, deixando o clima seco e muito frio. Em consequência, num país com praticamente 93 % de área localizada na zona tropical, podem ocorrer fenômenos como o da geada sobre os campos e as plantas do parque e também os das precipitações de neve nos dias mais rigorosos do local, ocorrência, contudo, rara nos últimos anos.

Flora
Prevalece a vegetação de Mata Atlântica, que exibe uma série de fisionomias com características particulares, na sua composição florística e na sua estrutura fitossociológica. As espécies arbóreas de Mata Atlântica apresentam elevado endemismo (em torno de 50%). Infelizmente este exuberante bioma vem experimentando um crescente e irreversível processo de fragmentação.

Fauna
Desde a colonização, a fauna das proximidades da cidade do Rio de Janeiro, vem sofrendo grande pressão humana. Há muito já não são encontrados diversas espécies de mamíferos que antes ocorriam na região, tais como: onça-pintada, anta, queixada, caititu, bugio e o mono carvoeiro.
O problema é a falta de corredores ligando a unidade com outras áreas florestais, que provoca a extinção local de tais espécies.

Atrativos Naturais - Parte Baixa
  • Lagoa azul, lago natural formado pelo rio Campo Belo, que fica a aproximadamente 500 m do Centro de Visitantes.
  • Cachoeira Poranga (em tupi, Poranga significa beleza), é uma cachoeira com 10 metros de queda d'água e uma grande piscina natural formado pelo rio Campo Belo.

Cachoeira Maromba, cachoeira e grande piscina natural.

Parque Nacional do ItatiaiaCachoeira Itaporani

Cachoeira Itaporani, cachoeira e piscina natural.

Parque Nacional do ItatiaiaCachoeira Véu da Noiva

Cachoeira Véu de Noiva, cachoeira formada pelo rio Maromba formando uma queda d'água de 40 metros de altura, fica a 1.100 metros de altitude.

Parque Nacional do ItatiaiaRio Campo Belo - Mirante do último adeus

Três picos, local ao meio da Mata Atlântica a 1.662 metros de altitude, com vista para o vale do rio Paraiba, da Serra da Mantiqueira e da Serra do Mar.

Mirante do Último Adeus, vista panorâmica do vale do rio Campo Belo e da Serra do Mar.

Atrativos Naturais - Planalto
Na parte alta, região do Planalto do Itatiaia, encontram-se os campos de altitude, sendo seus pontos culminantes

Parque Nacional do ItatiaiaPico do Itatiaiaçu

O Pico do Itatiaiaçu localizado nas Agulhas Negras com 2.791,55 metros de altitude

Parque Nacional do Itatiaia
A Serra do Maromba com 2.607 metros de altitude.

Parque Nacional do Itatiaia
As Prateleiras com 2.548 metros de altitude formado por maciços blocos de rochas com vista para o Vale do Paraíba. Próximo às prateleiras existem diversos lagos e formações rochosas como a Pedra da Tartaruga, a Pedra da Maçã e a Pedra Assentada.

Parque Nacional do ItatiaiaPedra do Altar

A Pedra do Altar, é uma formação rochosa com 2.530 metros de altitude.

Parque Nacional do ItatiaiaCabeça do Leão e Pico do Papagaio
  • os Dois Irmãos com 2.500 metros de altitude.
  • a Cabeça do Leão com 2.408 metros de altitude.

Parque Nacional do Itatiaia
O nome Itatiaia é de origem tupi e significa "penhasco cheio de pontas".

Proteger amostras da Floresta Pluvial Atlântica Montana e amostras de ecossistemas de campos de altitude; conservar as belezas cênicas naturais representativas da Serra da Mantiqueira e recuperar, conservar e proteger a área do altiplano do Itatiaia.

Mapa do Parque Nacional de Itatiaia
Mapa do Parque Nacional de Itatiaia

ÁREA DA UNIDADE
28.155,00 (ha)

ASPECTOS CULTURAIS E HISTÓRICOS
Antecedentes Legais
A idéia de transformar essas terras em Parque Nacional data de 1913 e foi aconselhada pelo botânico Alberto Lofgren, no mesmo ano através de uma Conferência na Sociedade de Geografia do Rio de Janeiro. A idéia teve apoio da Sociedade de Geografia e Botânicos da época, e também do Barão Homem de Melo.

Aspectos Culturais e Históricos
As terras que constituíram inicialmente o Parque do Itatiaia pertenciam ao Visconde de Mauá , e foram adquiridas pela Fazenda Federal em 1908 para criação de dois núcleos coloniais, que não foram bem sucedidos. Em 1929, criou-se no local uma Estação Biológica.Somente em 1937 foi criado o Parque Nacional do Itatiaia, o primeiro do Brasil. O nome Itatiaia é de origem indígena e significa "Penhasco Cheio de Pombas".

ASPECTOS FÍSICOS E BIOLÓGICOS
Clima
Apresenta dois tipos de climas: nas regiões elevadas, acima dos 1.600 m de altitude, mesotérmico com verões brandos e chuvosos, enquanto nas regiões baixas das encostas serranas predomina o mesotérmico com verões brandos, mas sem uma estação seca definida.

Relevo
A região de Itatiaia apresenta relevo montanhoso que inclui encostas e o topo do planalto da Serra da Mantiqueira. Caracteriza-se também pela ocorrência de um tipo de rocha eruptiva, incomum no território nacional, denominada nefelino-sienito.

Parque Nacional do Itatiaia
Vegetação
Em linhas gerais, pode-se distinguir três grandes formações vegetais no Parque do Itatiaia: formação da região Sul (Floresta Higrófila Subtropical) em altitudes entre 600 e 1.800 m; Campos de Altitude a partir de 1.600 m e formação da região Norte (situada na sombra dos ventos da Mantiqueira) entre 1.500 e 2.200m. Itatiaia possui elevado número de espécies endêmicas.

Parque Nacional do Itatiaia
Fauna
A fauna do Itatiaia possui aspecto endêmico peculiar. As aves, com 294 espécies, representam o maior grupo faunístico do Parque, com 42 formas vivendo na região mais elevada. Os mamíferos totalizam 67 espécies e contribuem com 16 formas residentes no planalto do Itatiaia. A fauna do Itatiaia é o resultado das agressões sofridas pelo ambiente ao seu redor.

BENEFÍCIOS DA UNIDADE PARA O ENTORNO E REGIÃO
O Parque do Itatiaia possui um patrimônio paisagístico de rara beleza cênica e com distintas formações naturais. É um refúgio de espécies animais, e uma forma de preservar remanescentes florestais e água para a região.

USOS CONFLITANTES QUE AFETAM A UNIDADE E SEU ENTORNO
Sofre nos dias atuais impacto constante de incêndios, que continuam reduzindo cada vez mais a sua flora e fauna. Os riscos de ocorrência de fogo em áreas do Parque normalmente se verificam no período seco, de julho a setembro, decorrentes de prática de queimadas pelos vizinhos. Há também problemas com a extração de palmito dentro do Parque.

Criado em 1937, Itatiaia leva o título de primeiro Parque Nacional do Brasil e abriga o ponto culminante da região, o Pico de Agulhas Negras, com 2.787 metros de altitude. Pode-se dizer que esta unidade é composta por dois complexos diferentes, a parte baixa e a parte alta. Esta diferença é logo observada não só pela paisagem como pelos freqüentadores de cada local. Na parte baixa, onde está a portaria principal e toda parte administrativa do parque, o visitante tem acesso a cachoeiras exuberantes como a Véu da Noiva, lagos formados pelas águas que descem das montanhas e uma grande mostra de Mata Atlântica preservada.

O parque é muito bem sinalizado e as trilhas que dão acesso às atrações (na parte baixa) são seguras e algumas contam com passarelas e corrimões para facilitar a caminhada. O centro de visitantes, também na parte baixa, uma bela obra de arquitetura, conta com um interessante museu que exibe quase todos os animais que eram encontrados na área do parque, tecnicamente empalhados e que deixam as crianças impressionadas. O acervo de insetos, todos em caixas com vidro em cima, são facilmente visualizados e é um dos mais completos que já vi no Brasil.

As trilhas desta parte do parque são tranquilas e podem ser feitas por qualquer pessoa que costuma fazer caminhadas. Um bom tênis ou bota especializados para esta modalidade são sempre benvindos. Apesar de ser o percursor dos parques no Brasil, há ainda muitas propriedades particulares como casas, sítios e algumas pousadas que não foram desapropriadas e estão dentro da unidade.

A parte alta do parque, chamada de planalto, é procurada, normalmente, por aventureiros mais experientes e alpinistas, e o acesso é feito através de outra estrada, entrando pelo município de Engenheiro Passos, seguindo para Itamonte e, no alto da serra, há uma entrada a direita com as indicações. Segundo alguns especialistas, o maciço de Agulhas Negras oferece escaladas de vários níveis, desde o básico até a graduação mais elevada, uma verdadeira escola. Durante minha estada na parte alta, pude escalar o pico de Agulhas Negras, as Prateleiras e caminhar ao redor dos imensos paredões rochosos. O cenário é arrebatador e diferente de tudo o que você já viu anteriormente, uma sensação de estar em outro planeta

Como as paisagens são parecidas, é fácil se perder em algumas “escalaminhadas”, que necessitam de cordas e outros equipamentos, portanto é essencial estar acompanhado de guias locais. São muitos os atrativos da parte alta: Asa de Hermes, Ovos da Galinha, Vale do Aiuruoca, Pedra da maçã e outros, vai depender de quanto tempo você tem para conhecer a região. Nos meses de junho, julho e agosto o frio é intenso na parte alta, vá preparado para baixas temperaturas. Se for no verão, se refresque nas cachoeiras e nos lagos da parte baixa.

www.megatimes.com.br
www.geografiatotal.com.br
www.klimanaturali.org