Piranha | Características e Espécies de Piranhas

Piranha | Características e Espécies de Piranhas

Piranha (Pygocentrus piraya)
Piranha (Pygocentrus piraya)

Piranha (Pygocentrus piraya)

Características: também conhecida como piranha do São Francisco, é uma das mais ferozes. Pode chegar a 60 cm de comprimento. Corpo ovalado, lateralmente comprimido, apresentando uma quilha dorsal e uma outra ventral de escamas modificadas, que possivelmente facilitam seu deslocamento na água. As escamas são muito pequenas. Boca com dentes em forma triangular, sendo que os da mandíbula (parte inferior) são mais desenvolvidos que os do maxilar superior. As pontas dos dentes superiores encaixam perfeitamente entre as duas pontas dos dentes inferiores. A borda de cada dente corta como uma navalha, permitindo, com isso, que a carne da presa seja cortada em pequenos pedaços. Essa peculiaridade explica a ocorrência dos sérios e comuns acidentes com piranhas. Carne muito apreciada.

Piranha (Pygocentrus piraya) Habitat: rios, lagoas e represas.

Ocorrência: do norte da Amazônia até a costa oeste do Rio Grande do Sul.

Hábitos: vivem em grandes cardumes.

Alimentação: predadoras, carnívoras por excelência.

Ameaças: poluição e destruição do habitat.
Piranha Caju ou Piranha Vermelha (Pygocentrus nattereri)

Piranha Vermelha (Pygocentrus nattereri)

Piranha Caju ou Piranha Vermelha (Pygocentrus nattereri)

Família: Characiforme

Subfamília: Serrasalminae

Subfamília Serrasalminae
Estão incluidos, nesta subfamília, os peixes conhecidos conhecidos popupularmente como pacus, caranhas, curupetés e as piranhas. Todos são facilmente identificáveis por possuirem corpo relativamente alto em relação ao comprimento, dando ao peixe uma forma arredondada. São encotrados, praticamente, em todas as bacias hidrográficas da zona intertropical do planeta.

Espécie: Pygocentrus nattereri

Nome popular: piranha, queixo-de-buxo,piranha vermelha, piranha caju

Porte: dificilmente ultrapassa os 25 cm de comprimento padrão.

Características taxonômicas: tem o corpo alto e a cabeça pequena. A espécie é facilmente distinguível de outras piranhas por possuir ventre muito vermelho ou alaranjado.

Habitat: prefere o ambiente de águas mais calmas, como lagos e remansos de rios.

Piranha Caju ou Piranha Vermelha (Pygocentrus nattereri)

Piranha Caju ou Piranha Vermelha (Pygocentrus nattereri)

Dieta alimentar: embora seja muito voraz, no ambiente natural alimenta-se principalmente de escamas e nadadeiras de outros peixes.
Importância comercial:é muito comercializada e apreciada na forma de caldo de piranha em bares e restaurantes.

Pesca esportiva: por ser uma espécie de piranha muito comum, é bastante fácil de ser capturada por pescadores profissionais ou amadores. No entanto não é muito valorizada, exatamente pela facilidade de ser capturada.

Comportamento: vivem em cardumes que, em muitos casos, contam com a presença de outras espécies de peixes.

Piranha Caju ou Piranha Vermelha (Pygocentrus nattereri)

Piranha Caju  (Pygocentrus nattereri)

Muitas vezes temida por causa de seus ataques agressivos e frenéticos, a piranha-vermelha tem uma reputação de um predador voraz, com dentes afiados e apetite insaciável.

Embora seja extremamente variável na aparência, a piranha-vermelha tem esse nome por causa da barriga vermelha característica, que pode ser de um vermelho mais intenso e profundo nos machos, enquanto que o resto do corpo normalmente é cinzento, com escamas salpicadas prateadas, as vezes marrom-cremoso nos lados. Manchas escuras muitas vezes são aparentes atrás das guelras, e a barbatana anal geralmente é preta na base, enquanto as nadadeiras peitorais e pélvicas variam do vermelho ao laranja.

A piranha-vermelha pode crescer até um comprimento máximo de 33 cm e pesar até 3,5 kg.

Apesar de ser retratada como um predador perigoso e imprevisível, a piranha-vermelha se alimenta principalmente de peixes, insetos e invertebrados aquáticos, como moluscos e crustáceos. Pode também se alimentar de qualquer pequeno animal terrestre que encontrar, bem como frutas, sementes, algas e plantas aquáticas. Os dentes afiados e triangulares fazem da piranha-vermelha um animal extremamente eficiente ao abocanhar o alimento, e a disposição da sua poderosa mandíbula e focinho dão ao peixe a capacidade de atacar e morder com uma força extraordinária.

As piranhas-vermelhas vivem em cardumes, embora não apresentem o comportamento de caça em grupo. Ocasionalmente, as piranhas-vermelhas entram em um "frenesi", onde atacam uma presa e a devoram em poucos minutos. Esse comportamento particular contribui para a reputação da piranha-vermelha, mas os "frenesis" normalmente não são ataques aleatórios, e geralmente são o resultado de provocação ou fome.

A reprodução das piranhas-vermelhas ocorre por volta de Abril e Maio durante a estação chuvosa, geralmente com um pico ao longo de um período de dois meses, que pode variar dependendo da localização. A fêmea põe cerca de 5.000 ovos sobre a vegetação recém-submersa em um ninho construído pelo macho.

A piranha-vermelha normalmente é encontrada em rios de água branca e, em alguns riachos e lagos. Em certas áreas, pode habitar também florestas inundadas (tais como aquelas encontradas em toda a Amazônia brasileira).

Amplamente distribuída por todo o continente sul-americano, a piranha-vermelha é encontrada em rios tropicais de água doce na Argentina, Bolívia, Brasil, Colômbia, Equador, Guiana, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela.

Piranha Caju ou Piranha Vermelha (Pygocentrus nattereri)

Piranha Caju (Pygocentrus nattereri)


Características: peixe de escamas bastante apreciado, principalmente para fazer o famoso caldo de piranha, considerado afrodisíaco. Corpo rombóide e comprimido, focinho curto, arredondado, mandíbula saliente e dentes afiados. Entre todas as piranhas é a que possui o focinho mais rombudo. Coloração cinza no dorso e avermelhada no ventre e na região inferior da cabeça. Nadadeiras peitoral, ventral e anal alaranjadas. Alcança 30 cm de comprimento total.

Habitat: rios, lagos e lagoas de águas barrentas.

Ocorrência: bacias Amazônica, Araguaia-Tocantins, Prata, São Francisco e açudes do Nordeste.

Hábitos: vive em cardumes pequenos ou até com mais de 100 indivíduos. Sensível à falta de oxigênio.

Alimentação: piscívora.

Ameaças: poluição e destruição do habitat.

Piranha Preta

Piranha Preta (Serrasalmus rhombeus)

Piranha Preta (Serrasalmus rhombeus)
Piranha Preta (Serrasalmus rhombeus)
Características: peixe de escamas com corpo rombóide e um pouco comprimido, mandíbula saliente e dentes afiados. Coloração uniforme, variando do cinza ao preto nos indivíduos adultos. Os jovens são mais claros com manchas escuras. Alcança 40 cm de comprimento e é a maior piranha da Amazônia.

Habitat: rios de águas claras e pretas.

Ocorrência: bacias amazônica e Araguaia-Tocantins.

Hábitos: são solitários.

Alimentação: carnívora, alimentando-se de peixes e invertebrados.

Ameaças: poluição e destruição do habitat.

www.megatimes.com.br