Tubarão Duende | Características Gerais do Tubarão Duende (Mitsukurina owstoni)

Tubarão Duende | Características Gerais do Tubarão Duende (Mitsukurina owstoni)

Tubarão Duende | Características Gerais do Tubarão Duende (Mitsukurina owstoni)Nome Comum: Tubarão Duende

Nome Científico:  Mitsukurina owstoni

O tubarão-duende (Mitsukurina owstoni) é uma espécie que habita nas águas profundas, raramente é visto com vida. Pertence a família Mitsukurinidae

Características
O Tubarão Duende tem o focinho alongado e aplainado. Cabeça distintamente longa, olhos minúsculos e cinco fendas branquias curtas. Boca grande e parabólica. Corpo macio e flácido. Nadadeira caudal longa sem um lóbulo ventral. Nadadeiras peitorais curtas e largas. Nadadeiras dorsais pequenas, arredondadas e de igual tamanho. Nadadeira anal arredondada e menor do que as dorsais. Maxila protuberante, longa, com dentes delgados e longos. Coloração branca-rosada com nadadeiras azuladas. Possui 26 grandes e estreitos dentes na maxila superior e 24 na maxila inferior. Têm três fileiras de dentes anteriores em cada lado de ambas as maxilas. Os dentes na maxila superior anterior são separados dos dentes laterais superiores menores. Podem atingir 3,90 m e pesar 210 kg. As fêmas são maiores que os machos. Animal muito raro de ser encontrado, inofensivo para o homem. Pouco se sabe sobre essa espécie.

tubarão-duende (Mitsukurina owstoni)Habitat: espécie oceânica de fundo, raramente encontrado na superfície ou em águas litorais rasas. É encontrado ao longo das prateleiras continentais exteriores, entre profundidades de 270 e 960 m.

Ocorrência: toda a costa brasileira.

Alimentação: peixes até tubarões, lulas e crustáceos. Encontra suas presas a partir de impulsos elétricos usando seu nariz que contém sensores elétricos.

Reprodução: tudo indica que são ovovivíparos.

Predadores naturais: outros tubarões.

Ameaças: espécie ameaçada de esxtinção.

tubarões-duendes mortos no JapãoAtinge até 4 metros de comprimento. Pouco se sabe sobre a reprodução destes animais que são ainda cercados de mistérios que já foi encontrado a 1200 metros de profundidade. Vive no oeste do oceano Pacífico e a oeste do Índico e a leste e oeste do oceano Atlântico.

Supostamente alimenta-se de lulas, camarões, polvos e outros moluscos que também habitam no fundo do mar. Acredita-se que ele encontra suas presas a partir de impulsos elétricos pelo seu longo nariz em forma de faca incorporada por minúsculas células sensoriais. Possui também uma grande boca com dentes em forma de agulha.

Os tubarões-duendes são um dos mais antigos tubarões existentes no mundo atual. Há registro desta espécie ao largo das costas das ilhas japonesas, Austrália e do sul africano.

O Tubarão Duende é chamado também de Goblin, é um animal muito raro de ser encontrado. Desde 1898 foram encontrados 36 tubarões da espécie goblin.

O último registro foi em Tóquio, onde o animal nadava em águas rasas. Não se sabem por que, mas já é a segunda espécie de tubarões muito raros que nadam em águas profundas encontrados no ano de 2007.

www.megatimes.com.br